AO VIVO
AO VIVO
Home DESTAQUE 18 de junho: data de reconhecimento e homenagem a todas as policiais militares do Rio Grande do Sul

18 de junho: data de reconhecimento e homenagem a todas as policiais militares do Rio Grande do Sul

por Central de Jornalismo
A+A-
Reset

Hoje, 18 de junho, é o Dia da Policial Militar Feminina no Rio Grande do Sul, data de nascimento da policial Olmira Leal de Oliveira, a Cabo Toco, a primeira mulher gaúcha a ingressar nas fileiras da Brigada Militar, em 1923, como enfermeira e combatente.

E, por meio dela, a data estende o reconhecimento e destaca o trabalho, a bravura e a dedicação de todas as mulheres que são policiais militares.

A Cabo Toco nasceu em Caçapava do Sul, em 18 de junho de 1902. Foi recrutada aos 21 anos para servir como enfermeira durante o movimento armado de 1923. Ela lutou ainda, nos movimentos revolucionários seguintes de 1924 e 1926.

Olmira ficou conhecida como Cabo Toco graças à sua participação nas tropas da Brigada Militar durante a Revolução Federalista, enfrentando o general Zeca Neto. Na década de 20, integrou a Brigada Militar como combatente e enfermeira do 1º Regimento de Cavalaria. Ela também é patrona da primeira turma de Policiais Militares Femininas do Estado.

Em Torres

Em entrevista à Rádio Maristela, a policial militar Cimara Carpes Obem Grundler, 11 anos na Brigada Militar, contou um pouco da sua trajetória, especialmente como a primeira policial militar em Torres integrada na Patrulha Maria da Penha, na proteção de outras mulheres vítimas da violência doméstica.

Confira:

Central de Jornalismo – Rádio Maristela

Copyright @2023 – Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido e criado por Cadô Agência de Marketing