AO VIVO
AO VIVO
Home GERAL Torres: Praia da Cal segue imprópria para banho pela terceira semana consecutiva

Torres: Praia da Cal segue imprópria para banho pela terceira semana consecutiva

por Anderson Weiler
A+A-
Reset

A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) divulgou, nesta sexta-feira (02), o oitavo boletim do projeto Balneabilidade da temporada 2023/2024. Dos 91 pontos analisados no estado, 83 estão próprios para banho. Outros oito apresentam condição imprópria, um deles no Litoral Norte, na Praia da Cal, em Torres.

Extravasamentos da rede de esgoto cloacal foi o motivo para a classificação imprópria no boletim do dia 26 de janeiro | Foto: Léo Selau

O local havia sido classificado como “Impróprio para Banho” nos boletins dos dias 19 e 26 de janeiro. No boletim do dia 26, houve a constatação da bactéria Escherichia coli (E.coli) acima do recomendado. A presença dessa bactéria em abundância na água indica contaminação por fezes, existindo, portanto, a possibilidade de haver, naquele local, micro-organismos intestinais capazes de provocar doenças.

Conforme reportagem especial do Jornal do Mar do dia 26, a causa para essa classificação na Praia da Cal foi devido a extravasamentos da rede de esgoto cloacal que vem ocorrendo pelo menos há dois anos. Obras foram realizadas na última semana pela Corsan, buscando conter a contaminação.

Conforme a Fepam, “a Praia da Cal, registrou baixos valores da bactéria Escherichia coli nas últimas duas semanas. Se assim continuar, voltará a estar balneável a partir do próximo boletim”.

No estado, são 83 pontos próprios para banho e oito pontos seguem impróprios | Divulgação Fepam

Voltaram à condição própria nesta semana um ponto em Xangri-lá, na Praia Rainha do Mar e dois pontos na cidade de Imbé, nos balneários Mariluz e Santa Terezinha, no Litoral Norte.

Os outros sete pontos impróprios para banho no estado são:

Barra do Ribeiro – Praia Recanto das Mulatas – Lago Guaíba

Candelária – Balneário Carlos Larger – Rio Pardo

Dom Pedrito – Praia Passo Real – Rio Santa Maria

Pelotas – Valverde – Trapiche

Pelotas – Valverde – Av. Sen. Joaquim A. de Assunção

Santa Vitória do Palmar – Barra do Chuí

Santa Vitória do Palmar – Balneário do Porto – Lagoa Mirim

O mergulho nesses locais oferece riscos à saúde. A recomendação é que os banhistas evitem pontos impróprios e arredores, especialmente junto às águas que chegam às praias por tubulação, arroios ou rios. O alerta vale principalmente para crianças, idosos e pessoas com baixa imunidade. Os sintomas mais comuns após o banho em áreas contaminadas são diarreia, dor abdominal e enjoos.

Recomendações aos banhistas:

Entre na água apenas em local com condição PRÓPRIA para banho;

evite tomar banho, nas primeiras 24 horas após chuvas intensas, em saídas de córregos ou rios que afluem nas praias, pois as águas podem estar contaminadas por esgotos domésticos;

evite o mergulho em locais com concentração de algas, pois podem conter toxinas prejudiciais à saúde;

tenha atenção especial com crianças, idosos e pessoas com baixa imunidade.

Com informações Fepam

Foto: Lé Selau

>> Receba as notícias da Maristela sobre o Litoral Norte gaúcho e o Sul catarinense no seu WhatsApp! Clique aqui e fique bem informado.

Copyright @2023 – Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido e criado por Cadô Agência de Marketing