AO VIVO
AO VIVO
Home Sem categoria Vereadores de Torres pedem a revogação dos aumentos salariais do legislativo e do executivo

Vereadores de Torres pedem a revogação dos aumentos salariais do legislativo e do executivo

por Melissa Maciel
A+A-
Reset

Após a publicação da notícia no Portal da Rádio Maristela sobre a aprovação de aumento de salário para prefeito, vice-prefeito, secretários e vereadores às vésperas do 34º Festival Internacional de Balonismo, em 29 de abril, os vereadores Rogério Evaldt Jacob (PP), vice-presidente da Câmara, e Luciano Raupp (PSDB) anunciaram na manhã de hoje (15) que devem entrar com um novo projeto na Câmara Municipal, solicitando a revogação dos aumentos salariais.

Na justificativa da decisão, os vereadores Rogério e Luciano explicaram que a votação ocorreu antes do decreto de calamidade pública do Estado, e que agora não seria apropriado manter os aumentos diante da atual conjuntura, com as enchentes e suas graves consequências.

“O projeto começou a tramitar na Câmara no início de abril, quando nunca se imaginou que essa tragédia iria acontecer logo após a aprovação”, afirmou o vereador Rogério.

O anúncio foi realizado por volta das 11h desta quarta-feira, em entrevista à Rádio Maristela, o único veículo de imprensa da cidade que havia divulgado o aumento salarial do legislativo e executivo em matéria publicada no Portal da emissora.

O vereador Rogério ainda justificou que não foi um aumento considerável para os vereadores, visto que parte do novo valor incidirá em impostos. Além disso, ele mencionou que o salário do prefeito é utilizado como teto para a contratação de médicos, por exemplo. O salário atual do prefeito não estaria compatível com os contratos que operam atualmente na contratação de profissionais da saúde.

De acordo com os vereadores Rogério e Luciano, outros parlamentares já se manifestaram favoráveis à revogação, como Dilson Mauro Jardim Boaventura (MDB), Cláudio da Silva de Freitas (Republicanos), Silvano Gesiel Carvalho Borja (Podemos) e Fábio da Rosa (PP). Os demais estão sendo contatados e, segundo o vereador Rogério, acredita-se que a vereadora Carla Rodrigues Daitx (PP) e o vereador Vilmar dos Santos Rocha (União Brasil) também concordarão. Todos os vereadores que votaram a favor dos aumentos.

Confira a entrevista na íntegra:


Sobre os aumentos aprovados

Os novos salários aprovados em 29 de abril de 2024 entrariam em vigor somente a partir de 2025, quando os políticos eleitos neste ano assumissem seus cargos. O reajuste, que seria aplicado a partir de 1º de janeiro de 2025 para o quatriênio 2025-2028, era de 42,04%, sem os descontos.

O salário do prefeito municipal, atualmente em R$ 21.095,15, aumentaria para R$ 29.900,00. O vice-prefeito, que atualmente recebe R$ 10.547,58, passaria a receber R$ 17.900,00 no próximo ano, e os secretários municipais teriam seus salários aumentados de R$ 8.120,09 para R$ 11.900,00.

Na Câmara, os vereadores teriam um aumento de cerca de R$ 3.000 em seus salários atuais, que passariam de R$ 6.530,15 para R$ 9.300,00. O subsídio do presidente da Câmara Municipal seria de R$ 11.300,00.

>> Receba as notícias da Maristela sobre o Litoral Norte gaúcho e o Sul catarinense no seu WhatsApp! Clique aqui e fique bem informado.

Copyright @2024 – Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido e criado por Cadô Agência de Marketing