AO VIVO
AO VIVO
Home DIOCESE DE OSÓRIO Grande público e programação oracional foram destaques na 45ª Romaria ao Santuário da Gruta de N. Sra. de Lourdes

Grande público e programação oracional foram destaques na 45ª Romaria ao Santuário da Gruta de N. Sra. de Lourdes

por Melissa Maciel
A+A-
Reset

Um dia verdadeiramente iluminado, no último domingo (26), serviu como um sinal da Mãe de Deus na vida de milhares de romeiros e romeiras que partiram de suas casas para fazer sua peregrinação até o Santuário Diocesano da Gruta de Nossa Senhora de Lourdes, em Dom Pedro de Alcântara.

Para o pároco da Paróquia Nossa Senhora do Amparo, Pe. Edivan Machado, “a edição deste ano da Romaria foi um reavivar do Espírito Santo nos corações angustiados por tantos acontecimentos delicados ocorridos no Rio Grande do Sul nas últimas semanas. Foi uma oportunidade para rezar, ajudar e fortalecer a fé de muitos devotos de Nossa Senhora de Lourdes. O povo compareceu e permaneceu durante todo o dia em nosso Santuário. O povo estava sedento de Deus e desejoso de sentir o carinho de Nossa Senhora”, declara Pe. Edivan.

Além do pároco, outros presbíteros da Diocese de Osório e de dioceses vizinhas estiveram presentes na Romaria, enriquecendo ainda mais um dia marcado por tantas demonstrações de fé. O bispo da Diocese de Osório, Dom Jaime Pedro Kohl, presidiu a Missa Solene das 11h da manhã e afirmou que a Romaria alcançou seu objetivo de ser um momento de celebração e oração em favor dos desalojados e de todos os afetados pelos últimos eventos climáticos no estado.

“Nós, aqui na Diocese de Osório, embora as enchentes não tenham desabrigado pessoas, fomos muito instigados à solidariedade, especialmente na acolhida dos que perderam tudo nas cidades e bairros de Porto Alegre, Canoas, São Leopoldo, Eldorado do Sul… Foi emocionante e edificante ver tanta mobilização e generosidade do nosso povo. E uma das formas de manter viva a esperança é a oração. Aqueles que participaram da Romaria concordam comigo que nunca foi tão orante. Nada melhor do que nos sentirmos irmãos na casa da Mãe. Que Nossa Senhora de Lourdes ampare todos os seus filhos que passam por este momento de provação”, pediu Dom Jaime.

DIA DE GRAÇAS

O primeiro romeiro a chegar no Santuário foi o jovem Gabriel Morteu, residente em Torres, que chegou ao local antes das 4h da madrugada, horário em que iniciava a programação. O jovem fez o percurso de Torres até lá de bicicleta, com o coração repleto de pedidos a fazer aos pés da imagem de Nossa Senhora de Lourdes, para que a Santa Mãe interceda junto ao Pai. A 45ª Romaria teve início com uma vigília às 4h da madrugada e ao longo do dia apresentou três Missas, pregações, adoração e muitos momentos de louvor, além do tradicional almoço e lanches, oferecendo aos visitantes um pouco da gastronomia e do acolhimento característicos do povo de Dom Pedro de Alcântara.

Dois momentos muito significativos foram a oração do Terço meditado pela manhã, conduzida pelo Movimento Diocesano do Terço dos Homens, e a Tarde Mariana, conduzida pelo Movimento Diocesano da Renovação Carismática Católica (RCC), que animou, emocionou e aproximou o povo do Mistério Divino através dos momentos de pregação e animação, culminando com a Missa de encerramento, presidida pelo assessor eclesiástico da RCC, Pe. Ozeias Vieira dos Santos, pároco da Paróquia São José Operário, na Vila São João – Torres.

Pe. Ozeias destacou que os romeiros e romeiras que estiveram presentes na Romaria fizeram uma verdadeira experiência de fé, de oração e de encontro com Jesus Cristo através de Nossa Senhora de Lourdes. Ele parabenizou Pe. Edivan e a comunidade de Dom Pedro de Alcântara pela acolhida e pelo esforço na organização, destacando o convite à RCC para conduzir a Tarde Mariana.

Segundo Inácio Andrioli, coordenador diocesano do Movimento do Terço dos Homens, a Romaria foi uma experiência incrível e uma oportunidade para que as pessoas despertassem para a importância da oração e da fé diante das dificuldades dos dias que vivemos.

Já para a coordenadora diocesana da RCC, Roseglé Maria Santos Gamba, a presença do Movimento na Romaria proporcionou a reunião de vários Grupos de Oração da Diocese, sendo uma oportunidade de confraternização.

“Foi muito gratificante estarmos juntos à “Mãe”. Somos um Movimento alegre, vibrante, sustentado pelo Espírito Santo e, com certeza, a Tarde Mariana foi uma tarde de alegria e de unidade entre todos que ali estavam. Marcos Ferreira, um profeta de Cristo, vindo de São Paulo, nos levou a conhecer com mais profundidade a história de Nossa Senhora de Lourdes e nos fez compreender que temos uma Mãe que zela por nós e por todo o RS, e que no nosso pior momento, ela nos apresenta seu Filho”, afirma Roseglé.

A programação da Tarde Mariana foi encerrada com a Santa Missa. Outro ponto fundamental desta edição da Romaria foi o recolhimento de donativos que serão encaminhados para as famílias afetadas pelas enchentes no estado. Além disso, o Santuário é um dos locais indicados pela Diocese para obter Indulgências durante o ano Jubilar, até o dia 16 de janeiro de 2025. Portanto, quem participou da Romaria pode buscar mais informações sobre outros requisitos para essa iniciativa. Saiba mais, AQUI.

Segundo estimativa da Prefeitura Municipal de Dom Pedro de Alcântara, cerca de cinco mil pessoas passaram pelo Santuário Diocesano ao longo do dia. Os peregrinos continuam convidados a visitar o Santuário Diocesano de quinta-feira a domingo e a participar das Missas que ocorrem sempre aos domingos às 16h.

Para mais informações, acesse: @santuariodagruta e www.diocesedeosorio.org

>> Acesse o ÁLBUM COMPLETO da 45ª Romaria, AQUI!

Fotos: Melissa Maciel e Gabriel Becker Pereira

>> Receba as notícias da Maristela sobre o Litoral Norte gaúcho e o Sul catarinense no seu WhatsApp! Clique aqui e fique bem informado.

Copyright @2024 – Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido e criado por Cadô Agência de Marketing