AO VIVO
AO VIVO
Home DIOCESE DE OSÓRIO “Ide! Da Igreja local aos confins do mundo”! Confira o artigo do bispo da Diocese de Osório sobre o Mês Missionário

“Ide! Da Igreja local aos confins do mundo”! Confira o artigo do bispo da Diocese de Osório sobre o Mês Missionário

por Melissa Maciel
A+A-
Reset

À medida que concluímos setembro, o mês dedicado à Bíblia, a Diocese de Osório, sob a orientação do bispo dom Jaime Pedro Kohl, volta sua atenção para o mês Missionário. Este período se alinha de forma significativa com o lema do mês Vocacional anterior: “Corações ardentes e pés a caminho”. Inspirados pelo relato dos discípulos de Emaús, cujos corações se inflamaram ao ouvir as Sagradas Escrituras, a comunidade católica se prepara para um período de reflexão e ação centrado no chamado missionário de Jesus.

No artigo A Voz do Pastor dessa semana, dom Jaime fala sobre “O mandato missionário de Jesus”, registrado em Marcos 16, 15 – “Ide por todo o mundo, proclamai o Evangelho a toda criatura” – continua a ser um princípio fundamental para a Igreja. A Igreja é, por natureza, missionária e essa missão de levar o Evangelho a todos é inerente a sua identidade desde os primórdios. Com base na compreensão de que a fé em Jesus Cristo visa à salvação de toda a humanidade, a Igreja segue o chamado de Cristo para anunciar as boas-novas. A liberdade de escolha individual é sempre respeitada, e a missão é um convite àqueles dispostos a ouvir.

Você pode acompanhar essas profundas reflexões sintonizando-se no programa “A Voz do Pastor”, na Rádio Maristela, aos domingos, às 8h50min da manhã.

Confira a íntegra:

Mandato missionário

Concluindo o mês da Bíblia, entramos no mês Missionário. Tudo se alinha com o tema. O mês Vocacional tinha como lema: “Corações ardentes e pés a caminho”. Os corações dos discípulos de Emaús começaram a arder à medida que o peregrino explicava as Sagradas Escrituras. Quando perceberam que era Jesus, voltaram correndo a Jerusalém para contar aos outros: “Vimos o Senhor!”

Antes de Jesus retornar ao Pai, deu aos discípulos o mandato missionário: “Ide por todo o mundo, proclamai o Evangelho a toda criatura. Aquele que crer e for batizado será salvo; o que não crer será condenado” (Mc 16, 15). Hoje, a Igreja tem uma compreensão clara disso. Ela é missionária por natureza, pois nasceu com essa missão: ser ENVIADA. Essa característica a acompanha desde o início: “sempre pronta para partir”.

Portanto, todos os seguidores de Jesus, através do batismo, são discípulos missionários. A missão universal da Igreja deriva da fé em Jesus Cristo, o missionário do Pai, que veio não apenas para alguns, mas para salvar toda a humanidade. Conforme São João afirma: “Deus não enviou seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por ele” (3,17). A vontade de Deus é clara: o Evangelho deve ser levado a todas as criaturas, mas ninguém é obrigado a acreditar. Deus respeita a liberdade da pessoa até o fim.

O tema do 5º Congresso Missionário Nacional, que acontecerá em novembro, é “Ide! Da Igreja local aos confins do mundo”. O mandato missionário da Igreja Universal é um compromisso de todas as Igrejas locais. Todas as dioceses, arquidioceses e prelazias, além de sua missão na evangelização de seu próprio território, têm a responsabilidade de levar o Evangelho a todos os povos.

Adotando o mesmo lema do Ano Vocacional, “Corações ardentes, pés a caminho”, o Congresso Missionário Nacional tem o objetivo de despertar as Igrejas locais, por meio da escuta da Palavra, para um caminho de conversão missionária, sempre prontas para ir onde há almas a iluminar e realidades a transformar.

>> Receba as notícias da Maristela sobre o Litoral Norte gaúcho e o Sul catarinense no seu WhatsApp! Clique aqui e fique bem informado.

Copyright @2023 – Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido e criado por Cadô Agência de Marketing