AO VIVO
AO VIVO
Home EVENTOS Provas do 34º Festival Internacional de Balonismo serão organizadas pela Federação Gaúcha da categoria

Provas do 34º Festival Internacional de Balonismo serão organizadas pela Federação Gaúcha da categoria

por Anderson Weiler
A+A-
Reset

A maior dúvida do 34º Festival Internacional de Balonismo, a empresa que organizará as provas do evento, encerrou no final da tarde última quinta-feira (04). A Federal Gaúcha de Balonismo (FGB) informou que uma liminar dá a entidade o direito de organizar as provas.

Rogério Daitx concedeu entrevista à Rádio Maristela na manhã desta sexta-feira (5) | Foto: Léo Selau

Em comunicado divulgado pela FGB, a mesma diz que este é o resultado de muito trabalho da entidade.

“Caros federados, é com muita honra que vos comunico que a FGB novamente estará à frente do maior festival de balonismo da América do Sul! Trabalhamos quietos e sem falar, fazer e colher resultado. Este resultado foi alcançado depois de muito trabalho, dedicação, exaustão e abdicando também da família em prol de um bem para todos…”

Ainda conforme o comunicado, a decisão partiu de uma liminar, solicitada em caráter de urgência pela entidade. O documento habilita a FGB para a organização das provas. Este será o segundo ano consecutivo que a federação organizará as provas do maior festival de balonismo da América Latina.  

Em entrevista à Rádio Maristela, na manhã desta sexta-feira (05), o Presidente da FGB, Rogério Daitx, disse que o contrato com a Prefeitura de Torres deve ser assinado ainda hoje e a partir de então os convites serão enviados aos balonistas e a expectativa é para recorde de participantes.

“Devemos assinar o contrato com a Prefeitura hoje e a partir de então vamos iniciar os envios dos convites para os balonistas. Queremos colocar 80 balões nesta edição”.

A reportagem entrou em contato com a Prefeitura de Torres, que não retornou até a publicação desta matéria.

ENTENDA O CASO:

A pedido da reportagem da Rádio Maristela, a decisão acima noticiada foi analisada pelo Dr. Jonas do Nascimento Borges, do escritório Santos Advogados Associados.

A Federação Gaúcha de Balonismo foi considerada inabilitada no processo licitatório conduzido pelo Pregão Eletrônico nº 29/2024 devido a uma alegada não conformidade com o requisito do item 4.6.C.2 do edital, referente ao enquadramento econômico-financeiro. O município de Torres/RS justificou sua decisão administrativa alegando que a federação não havia fornecido as “notas explicativas e demais demonstrações contábeis nos termos do ITG 1000 e/ou ITG 2002 – CFC, sendo elas: demonstrações da Mutações do Patrimônio Líquido e Demonstrações dos Fluxos de Caixa”. No entanto, tais documentos não foram explicitamente exigidos no item 4.6.C.2 do edital, que demandava apenas a apresentação do balanço patrimonial.

Portanto, ao utilizar critérios não estipulados no edital para negar a habilitação da federação no processo licitatório, o município de Torres infringiu as próprias regras do edital. Além disso, nem mesmo a legislação de licitações exige tais documentos (conforme o artigo 69, inciso I da Lei nº 14.133/21). Por conta dessas razões, o Juízo da 2ª Vara Cível da Comarca de Torres/RS concedeu uma medida liminar determinando a habilitação da federação no Pregão Eletrônico nº 29/2024.

Entretanto, o município de Torres tem o direito de recorrer da decisão ao Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul dentro do prazo de 15 dias úteis a partir da sua efetiva intimação.

Confira a liminar:

Foto: Arquivo RM

>> Receba as notícias da Maristela sobre o Litoral Norte gaúcho e o Sul catarinense no seu WhatsApp! Clique aqui e fique bem informado.

Copyright @2024 – Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido e criado por Cadô Agência de Marketing